Pesquisas Científicas Inúteis

· Ciência, Educação, Pesquisas, Você Sabia?
Autores

    Todos nós sabemos o quanto novas descobertas são importantes e como são grandes as dificuldades que os cientistas encontram para realizarem suas pesquisas por falta de apoio e financiamento. Porém, alguns dos que conseguem essa ajuda acabam é desperdiçando o dinheiro de seus patrocinadores realizando pesquisas absolutamente inúteis. É claro que curiosidades são interessantes e podem até contribuir de alguma forma para o desenvolvimento de algumas áreas, mas, por outro lado, é preciso analisar se vale a pena investir o tempo e o dinheiro que poderiam ser aplicados em coisas muito mais úteis, porque há muitos absurdos que, embora sejam interessantes, não aparentam ser de grande relevância para o progresso da humanidade. Veja aqui algumas delas:

Extrato de baunilha pode ser retirado de estercos de vacas
Essa pesquisa foi realizada há algum tempo atrás. Baseada nessa grande descoberta, uma sorveteria de Massachusetts, nos Estados Unidos, criou uma massa de sorvete com esse sabor de gosto duvidoso… Se deu certo, eu não sei; Só sei que eu não comeria.

Impressionante! Massagem retal cura soluços!
Esse seríssimo estudo que foi publicado em 1.988, simplesmente afirma o seguinte: Uma massagem no reto (a última parte do intestino grosso que termina no ânus) surte muito mais efeito do que tomar um copo d’ágüa quando o soluço é persistente. Sinceramente, isso pode até funcionar, mas e se der um soluço em público? Quem é que vai ter coragem de ficar massageando uma parte tão delicada? Será que não seria muito melhor tomar 1 litro de ágüa, caso seja necessário, ou apelar para a velha e boa técnica do susto? E quantos outros métodos existem que seriam também eficientes e mais éticos do que esse? Não é mesmo? Quantas pessoas erá que tiveram a imensa coragem de aderir a esse novo tipo de tratamento?

Mosquitos da malária são atraídos tanto pelo cheiro do queijo quanto pelo odor do chulé

Essa pesquisa de 1.996 diz que é praticamente desnecessário usar repelentes contra os mosquitos que transmitem malária. Segundo os pesquisadores, é só manter sempre um pedaço de queijo pendurado ou não se preocupar em lavar os pés.

Patos podem ser necrófilos homossexuais
Num estudo publicado em 2.003, foi divulgado que os patos, além de terem a tendência de praticar atos sexuais com outros da mesma espécie já mortos, fazem isso mesmo que se o cadáver for da mesma espécie.

Pingüins antárticos podem defecar a uma distância de 40 centímetros
Em 2.003, cientistas muito preocupados com coisas de extrema importância, fizeram a grande descoberta de que pingüins produzem uma pressão durante a defecação capaz de espirrar o excremento à uma distância de até 40 centímetros. Eles ainda não descobriram se as aves escolhem a direção para onde vão lançar o “torpedo” e disseram que pra isso será necessária uma outra expedição à Antártica… Você está disposto a contribuir com o financiamento da continuidade desse imprecindível projeto científico.

Por que pica-paus não tem dor de cabeça?
Os cientistas descobriram que esses pássaros não sentem dor de cabeça porque seu cérebro é bem preso dentro do crânio, e eles têm uma superfície cerebral bastante macia que suaviza o impacto. Essa pesquisa é tão importante que foi ganhadora do prêmio Ig Nobel de ornitologia em 2.006.

Pulgas de cachorros pulam mais alto do que pulgas de gatos
Você sabia que as pulgas do seu cão pulam mais alto do que as pulgas do seu gato? Essa fantástica descoberta realizada no ano 2.000 não pode deixar de ser divulgada, poi todo mundo precisa saber que é bem mais fácil ser mordido pelas pulgas de um cão do que pelas pulgas de um gato. É por isso que eu prefiro gatos.

Ratos não distigüem a diferença entre a língüa japonesa e a holandesa faladas de trás para frente
Nem vou me dar ao trabalho de comentar! Não sei como conseguí viver tanto tempo sem saber disso!

Suicídios estão ligados à quantidade de música sertaneja que toca no rádio
Até que enfim, uma descoberta realmente útil! Um estudo realizado em 2.002 com a música country nos Estados Unidos (a mesma música sertaneja no Brasil), revelou que várias pessoas que haviam cometido suicídio eram fãs e ouvintes assíduas de rádios que tocam esse tipo de música. Ainda bem que eu sempre detestei música sertaneja!

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: